Um homeopata não trata "doenças" como tal, mas sim vê todos os sintomas, como uma expressão de uma perturbação central ou uma desarmonia na pessoa como um todo. Estes sintomas podem ser rotulados como certas condições, tais como "asma" ou "enxaqueca", mas com a homeopatia cada paciente irá necessitar de uma solução com base em uma totalidade muito maior do que simplesmente o nome da doença.

O objetivo da consulta homeopática é o de se conhecer o paciente.
Para tanto, o paciente necessitará passar uma consulta abrangente e muito minuciosa. Isto porque o homeopata está buscando conhecer e compreender a totalidade de sintomas, sinais e características individual do paciente.
Esta totalidade se manifesta na forma de ser e de reagir do paciente em relação a tudo na vida, situações cotidianas, ao meio onde ele transita e as pessoas que  estão ao seu redor. Tudo isto exprime o estado da vitalidade do indivíduo, sendo importante para o homeopata desde  pensamentos imaginários e fantásticos, sonhos, sensações, sentimentos e pensamentos, ate características gerais e físicas que caracterizam o individuo. Os sofrimentos físicos, emocionais e psicológicos passados espontaneamente, sinceramente e detalhadamente são de extrema importância para o profissional para que ele ou ela possa iniciar o trabalho de repertorisação e  estudo do caso e chegar no medicamento correto individualizado.

Portanto é extremamente importante e fundamental que o paciente se observe (conheça a si mesmo) em detalhes em relação ao seu jeito de pensar, sentir, agir e reagir, tentando compreender as causas que estão profundas no indivíduo e que estão na raiz do adoecimento.

Este processo leva o individuo a conhecer a si mesmo. Samuel Hahnemann deu grande importância às características relacionadas ao jeito de pensar e  agir, ao caráter e a moral. Isto nos mostra que ele tinha compreensão ampla do conjunto indivíduo doente-doença, tendo portando uma abordagem psicossomática, que só nos dias atuais tem sido levada em consideração pela medicina alopática. Contudo estes são os sintomas que os pacientes têm mais dificuldade em relatar ao homeopata , isto porque eles constituem o nível mais importante do indivíduo e da individualidade e também porque mostram nossas fraquezas e limitações, as quais, para nos defendermos, nós (incluindo profissionais de saúde) tentamos esconde-lás o tempo todo em nossas vidas através da máscara que usamos. Contudo esta “máscara” e suas ramificações/expressões (sintomas) estão diretamente relacionadas aos nossos desequilíbrios energéticos e fisiológicos que por suas vezes nos predispõe a diversos tipos de doenças.

O homeopata também estará interessado em sintomas físicos, mas não no mesmo modo que a medicina convencional. Mas em relação às particularidades ou modalidades que são características do individuo: se é uma pessoa que sente frio facilmente, ou é uma pessoa que está sempre com calor, tipo de dor ou sensação, época ou hora que a dor ou sensação aparece,  como as condições atmosféricas e de tempo que afetam o individuo,  assim como comidas e bebidas, transpiração,  evacuação, menstruação, etc.
Levando em consideração: as suscetibilidades gerais, mentais, emocionais e físicas que levam o indivíduo a adoecer-se; o homeopata unicista iniciará o trabalho minucioso para procurar e chegar a um medicamento individualizado para o processo indivíduo doente- doença.

Contudo deve ser frisado de que os remédios homeopáticos não são inócuos, ou mesmo que a homeopatia não e inócua; uma vez que estes remédios em mãos inexperientes ou irresponsáveis podem causar muito dano. Isto é a automedicação não dever ser executada.

O que fazer depois de se tomar o remédio homeopático?
É de importância extrema que o paciente ou seus pais, guardiãs, ou  acompanhantes observem o aparecimento de qualquer mudança significativa por menor que seja , em todos os níveis: físico, emocional, psicológico. Além também das características particular: duração, intensidade, época e hora de surgimento, e etc. Também observem e anotem as reações passageiras, como por exemplo: agravação inicial dos sintomas, o retorno de sintomas antigos, febres benignas, eliminação através da pele (eritemas e outros), secreções; que significam que o organismo esta reagindo buscando o reequilíbrio e por isto, não se deve interferir com estas reações, pois elas são breves e são acompanhadas em uma melhora geral do paciente, o que as fazem muitas vezes imperceptíveis.  O aparecimento de sintomas novos e incômodos que antes não existiam, além das reações intensas e prolongadas, deve ser comunicado ao homeopata, de maneira análoga aos efeitos adverso-colaterais da medicina.
Devo frisar que segundo a compreensão da filosofia homeopática do processo saúde-doença, a cura verdadeira não significa o simples desaparecimento de um sintoma ou daquele sintoma em si. A verdadeira cura exige que o indivíduo doente tenha atingido um ótimo estado de equilíbrio geral, físico, emocional e psíquico.
Tendo explicado tudo acima, você leitor deve ter chegado a conclusão de que portanto a consulta homeopática  é o seu tempo e espaço para explorar e discutir seus problemas de saúde, pensamentos e sentimentos. Meu objetivo é ouvir e procurar entendê-lo como um indivíduo, tanto na saúde como na doença, a fim de prescrever um remédio sob medida(individualizado) para você.
Todas as informações fornecidas são tratadas com respeito e em sigilo.

A consulta inicial pode durar até duas horas. Consultas de acompanhamento podem durar até uma hora. Elas são programadas de acordo com as necessidades individuais, mas geralmente são espaçadas em intervalos mensais até a pessoa sentir uma melhora na sua saúde.

Um pequeno exemplo
Você pode dar um exemplo de como um homeopata que tratar alguém com febre?

Uma cuidadosa investigação é conduzida, que inclui:
Possível causa da febre (como por exemplo: ter tomado friagem, ter se molhado)
Velocidade do aparecimento dos sintomas
Hora do dia ou da noite que os sintomas são piores
Alterações de humor ou temperamento do paciente
Sonhos
Mudanças na sede ou apetite - especialmente fortes desejos por comida ou bebida  que não são normalmente não desejado
Cor e revestimento da língua
Temperatura das partes do corpo
Transpiração - localização e tipo
Quaisquer sintomas anormais ou inesperados / não relacionados, tais como a febre, com calor em apenas um lado do corpo. Homeopatas chamam esses sintomas "estranho, raro ou peculiar ', e eles têm um valor especial na escolha do melhor remédio possível ( aquele mais similar aos sintomas apresentados pelo indivíduo)

Contato para Consultas
Consultas em  Londres,  St Albans, Luton e Via SKYPE para pacientes que querem se consultar comigo e não podem chegar a estes locais.
Para agendar uma consulta entre em contato no telefone 01582 346 749 ou envie um email para  renata.hines @ virginmedia.com. Eu retornarei sua chamada/email assim que possível.
Para pacientes sob meus cuidados homeopáticos, se urgente, deixe uma mensagem na secretária eletrônica e retornarei a sua chamada o mais breve possível.
Consulta: Primeira consulta tem duração de aproxidamente 1h30min. 
Honorário cobre disponibilidade para o contato entre consultas retornos e suporte homeopático via telefone / e-mail.

 

Este site fornece informações gerais para ajudar as pessoas a entender a cura homeopática e sua filosofia, mas não é um substituto para aconselhamento médico pessoal do seu profissional de saúde, médico convencional ou médico homeopata, profissional homeopata. Você está convidado a ler este site para os seus próprios fins pessoais sujeitos a nosso Aviso Legal. Por favor, clique em “Aviso Legal” e leia.

Imagens

Renata Hines MARH, RHom Homoeopath

Sou homeopata clássica qualificada e registrada e meu objetivo é a prestação de cuidados centrados no paciente e alto padrão de tratamento.

O tratamento homeopático bem sucedido de vários membros da família e também a minha experiência pessoal com o tratamento homeopático levou-me a minha vocação para estudar Homeopatia depois de uma carreira como cirurgiã-dentista. 

Contato

TEL: 01582 346 749

E-mail: renata.hines@virginmedia.com